A simplicidade como caminho

Por Isaias Costa

Eu assisti a um vídeo muito bonito do TEDx com o monge do Zen Budismo chamado Jorge Mello e gostei demais de todas as suas colocações, principalmente porque praticamente tudo o que ele disse no vídeo, já estou colocando em prática na minha própria vida.

O título da palestra é “A simplicidade como caminho”, e o vídeo está logo abaixo, do qual farei uma breve reflexão.

Ele fala em um trecho sobre algo muito importante e colocado de lado, principalmente pelas grandes mídias, o sentido da vida. No mundo, cerca de 1 bilhão de pessoas tem fome de pão, porém, mais de 2 bilhões tem fome de sentido de vida, e destes 2 bilhões, grande parte é da classe média ou das classes mais altas.

Por que isso acontece? Já se perguntou? Isso acontece por causa do estilo de vida que o sistema capitalista desumano nos impôs. É implantado no mais profundo das nossas mentes que precisamos correr, produzir, fazer mais e mais coisas, ter mais e mais coisas, coisas, sempre coisas.

Nunca se fala sobre o nosso espírito, sobre nossos relacionamentos interpessoais, sobre o cuidado com a natureza, sobre o cuidado com a nossa saúde.

Não é à toa que a negligência de todos esses pontos importantíssimos tem levado as pessoas a adoecerem, a ficarem depressivas, a terem infartos, problemas de pressão alta, a romperem com seus casamentos etc.

É muito desequilíbrio! Porém, o caminho para reduzir esse desequilíbrio é tão simples quanto esse texto, mas é preciso uma verdadeira determinação para isso. O caminho é a mudança do nosso estilo de vida.

Não tenho dúvidas que para ter uma vida mais serena, a simplicidade é o caminho.

Achei muito interessante o que ele fala sobre a saúde. Quando buscamos a simplicidade, naturalmente a nossa saúde melhora em todos os sentidos, inclusive até mesmo na ingestão de alimentos.

Muitas pessas se tornam obesas por causa da enorme ansiedade do dia a dia. São pessoas que trabalham tão estressadas que buscam comer mais e com mais frequência como forma de aliviar os estresses ou ter um pouco de prazer, pois comer realmente é algo prazeroso.

Na simplicidade, temos mais tempo para nos dedicarmos ao cuidado do corpo, fazermos uma academia, ou uma caminhada, e os benefícios para a vida são impressionantes.

E logicamente, o planeta inteiro se beneficiará com essa mudança, pois sabemos bem que os recursos planetários estão pouco a pouco escassando e se continuarmos no ritmo de consumo atual, teremos um colapso absolutamente irreversível, ao ponto de dizimar boa parte da raça humana. E pode ter certeza que não estou exagerando. Se você se aprofundar um pouquinho nos estudos climáticos e ambientais, saberá através de fatos o quanto isso é verdade.

Enfim, o vídeo do monge Jorge Mello é um convite suave para viver uma nova vida muito mais feliz e realizada. Falo isso por minha própria experiência.

Para concluir, vou me dar a liberdade de parafrasear o grande Mahatma Gandhi.

“Não existe caminho para a simplicidade. A simplicidade é o caminho…”

menina

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s