O planeta como um cachorro eu vejo

Por Isaias Costa 

aquecimento-global-o-que-e-causas-conequencias-730x414

Não canso de repetir que o cantor e compositor Raul Seixas foi um dos artistas mais visionários e geniais que o Brasil já teve. Suas letras são repletas de mensagens profundas e que permitem inúmeras reflexões diferentes.

Uma de suas músicas mais incríveis e não tão conhecidas se chama “As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thor”. Sua letra é bem extensa e dá pra escrever um catálogo a interpretando de ponta a ponta. Vou me ater a apenas uma estrofe que se encaixa perfeitamente no momento em que o mundo está passando: a pandemia do coronavírus.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Abraço na alma

Por Andreia Carvalho

cde1b463eb40faa8ae81236602c3d882

Existem muitas formas de demonstrar carinho e afeição por alguém, porém um gesto universal é o contato físico através do abraço. Quando dois corpos se aproximam e afetuosamente se entrelaçam num gostoso aperto, as sensações ultrapassam a barreira física, um hormônio chamado oxitocina é liberado e somos inundados de um sentimento de prazer e bem-estar. Muitas vezes faltam palavras para consolar alguém, não temos como expressar o sentimento de reencontrar quem amamos, quando nos angustiamos, quando as dores tornam-se insuportáveis… um ABRAÇO melhora o nosso dia, alivia e alegra a nossa alma.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Minha oração diante da pandemia do coronavírus

Por Isaias Costa

tranquilidade-e-paz

“E as pessoas ficaram em casa. E leram livros, ouviram, descansaram, se exercitaram, fizeram arte, jogaram jogos, aprenderam novas maneiras de existirem e ficaram paradas.

E então ouviram mais profundamente. Alguns meditavam, outros rezavam, já outros dançavam. Alguns encontraram as suas próprias sombras. E o povo começou a pensar de maneira diferente.

O povo foi curado. E, na ausência de pessoas vivendo na ignorância, perigosas, com a mente e o coração fechados, a Terra começou a se curar.

E, quando o perigo passou, as pessoas se uniram novamente, sofreram com as suas perdas, fizeram novas escolhas, sonharam novas imagens e criaram novas maneiras de se viver e curar a terra completamente, como haviam sido curadas.”

Kitty O Meara

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma das maiores dores da vida: a perda de um filho

Por Isaias Costa

Uma segunda chance Série

“A mulher que perde o marido é chamada de viúva. O homem que perde a mulher é chamado de viúvo. Os filhos que perdem os pais são chamados de órfãos. Mas não existe uma palavra para descrever os pais que perdem os filhos. Não existe palavra que descreva uma dor tão excruciante.”

Série “Uma segunda chance” – Netflix

A série coreana “Uma segunda chance” conta a história de uma moça que morreu prestes a dar a luz à sua primeira filha e toda a trama gira em torno dessa moça desejar, mesmo em espírito, estar o tempo todo perto da filha, vendo o seu desenvolvimento.

Essa série tem muitos momentos marcantes e emocionantes. Nós aqui no Brasil sabemos o quanto os coreanos, chineses e japoneses são excelentes em transmitir através de filmes e séries as nossas emoções mais básicas.

=> Clique aqui para ler o texto completo 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O fardo do fracasso e o contentamento descontente

Por Paulo Ricardo

raul-seixas-1200x720

Lançada em 1976, a música Quando Você Crescer, do Álbum “Há Dez Mil Anos Atrás”, é pouca conhecida do grande público de Raul Seixas, no entanto, a canção parece dialogar com questões essencialmente modernas e atuais. Entre elas: os sonhos, as tentativas de ter algum tipo de sucesso na vida, o fracasso das tentativas e mediocridade da aceitação de uma vida comum. Neste breve texto, separarei em tópicos, as ideias e excertos da canção, a fim de sistematizar e esclarecer melhor minha interpretação.

O que você vai ser quando você crescer?

“O que que você quer ser quando você crescer?

Alguma coisa importante

Um cara muito brilhante

Quando você crescer

Não adianta, perguntas não valem nada

É sempre a mesma jogada”

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Os remédios não curam nossas doenças

Por Isaias Costa

vicio-remedios

Eu adoro estudar a mente humana e seus processos de somatização, que é a manifestação de doenças no corpo oriundas de desequilíbrios mentais ou emocionais. No momento em que escrevo esse texto, estou lendo um livro excelente do Prof. Wallace Lima chamado “Dê um salto quântico na sua vida”, e um trecho especial me gerou inquietantes reflexões. Vejamos!

“O currículo na área da saúde é desenhado para que quando as pessoas adoeçam nunca aprendam a evitar adoecer novamente no futuro. Por isso, o médico não pode ser ensinado sobre prevenção nem sobre as causas das doenças. O papel do médico passa a ser o de receitar os remédios que a indústria diz serem os melhores e, assim, ele se transforma, com a credibilidade que o diploma lhe confere, na força motriz dessa indústria, e possibilita que ela cresça cada vez mais, pois os remédios, além de não curar, também provocam mais adoecimentos através dos danosos efeitos colaterais que provocam, já que não é um produto da natureza e o corpo humano rejeita tudo o que é estranho ao seu convívio”.

Wallace Lima

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Caminhe a meu lado, e a gente vai se ensinar mutuamente

Por Isaias Costa

adolescentes-casal-jovem-caminhando-juntos-no-parque-relaxante-holida_1150-785

“Não caminhe à minha frente, porque talvez eu não esteja disposto a segui-lo. Não caminhe atrás de mim, porque talvez eu nem tenha vontade de liderar você. Caminhe a meu lado, e a gente vai se ensinar mutuamente.”

LinkResgatando a sabedoria interior com Felipe Rocha

********

Essa linda frase de autoria por mim desconhecida foi dita pelo terapeuta holístico Felipe Rocha num episódio do podcast Conscientemente, cujo link está logo acima.

Ela traz profundos ensinamentos e talvez o maior deles seja o da humildade. É uma forma elegante de dizer que não existe ninguém nem melhor nem pior do que ninguém. O que existe são bilhões de seres humanos no mundo, cada um vivendo suas experiências e aprendendo a partir delas.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma gota de amor é mais que um oceano de intelecto

Por Isaias Costa

1555521810Untitled design

“Uma gota de amor é mais que um oceano de intelecto”

Blaise Pascal

Essa frase atribuída a esse grande pensador francês Blaise Pascal é muito verdadeira e profunda. Vivemos num mundo onde muitas vezes o intelecto é colocado em primeiro plano e o amor é jogado de escanteio.

Um gesto de amor, por menor que seja, tem uma reverberação infinitamente maior do que o intelecto por si só. Claro que ele tem sua importância, mas se ele não estiver de mãos dadas com o amor, se torna pura arrogância, podendo causar bem mais danos do que benefícios.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A vida é uma construção diária

Por Isaias Costa

permis-construire-brique-full-8242670

“Gosto da construção diária. É mais lenta, porém muito mais sólida. Não promete milagres, mas sustenta-se nas verdades adquiridas através de empírica jornada.
A construção diária é feita com muito trabalho e camadas sequenciais de prudência, mas também de pitadas de ousadia e inovação, que permitem a visão aberta para novas formas de construir.
Gosto da construção diária porque quem ama a construção lida melhor com a queda e com a reconstrução constante que a vida exige de nós.
Afinal de contas, aprender a levantar também é uma arte e só quem construiu várias coisas sabe o valor de cada uma das experiências anteriores.
Um bom construtor, com certeza, construiu e reconstruiu muitas casas (dentro e fora de si).”

Josie Conti

=> Clique aqui para ler  texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

“Quem não fica nervoso (antes de um desempenho) é porque não dá importância ao que faz”

Por Isaias Costa

Tecnicas_de_apresentação_para_pe

“Quem não fica nervoso (antes de um desempenho) é porque não dá importância ao que faz”

Antonio Meneses, violoncelista pernambucano.

Eu gosto de observar as pessoas em seus trabalhos e ocupações. Uma das coisas que mais me deixa feliz é ver o brilho no olhar e a forma entusiasmada das que trabalham com afinco. Quem no dia a dia do trabalho tem essa característica, comumente consegue se destacar, crescer, subir na carreira e o mais importante, são lembradas por muito tempo pelas pessoas com que tiveram contato.

Eu já sou professor há 12 anos (na data em que escrevo esse texto) e ainda hoje quando começa uma turma nova me dá um certo frio na barriga e um pouco de nervosismo. E não se trata de insegurança, se trata de valorização do trabalho. Na minha mente vem aquele desejo de passar uma boa impressão e ser cativante para os alunos. E isso dá um pouco de nervosismo.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized