Arquivo do mês: novembro 2017

Os dedos do universo são longos

Por Isaias Costa

humildade

Eu gosto muito de ler os textos do site “Yoskhaz”. Sempre são textos muito profundos e inspiradores. Num texto intitulado “Os desertos do ser”, há uma interessante reflexão sobre a HUMILDADE a partir das lamentações de uma mulher que se sentia injustiçada porque na empresa na qual trabalhava houve uma promoção e ela não foi escolhida. Se achava a mais preparada para assumi-la e também achava que o rapaz que a assumiu não conseguiria dar conta tão bem quanto ela.

Nisso, o “Velho”, personagem do texto, dá uma resposta absolutamente sábia a ela. Resposta esta que transcrevo aqui embaixo.

Continuar lendo

Publicidade

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Nós somos como diapasões

Por Isaias Costa

3MegaCam

Essa semana eu li um texto muito bonito do escritor Gustavo Gitti intitulado “Whatsapp sutil” e que foi publicado na Revista “Vida Simples”. Nesse texto ele falava sobre o quanto nós influenciamos as pessoas que nos rodeiam a partir de uma comparação com o aparelho de afinação de instrumentos musicais chamado diapasão. Segue abaixo o trecho no qual ele falava sobre isso.

**********

“Uma vez ouvi do Lama Padma Samten que somos como diapasões: você bate em um e o outro vibra junto. As qualidades que cultivamos dentro de nós acabam ressoando dentro dos outros.”

Gustavo Gitti

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A vida não é só isso!

Por Simone Oliveira

Serenidade

Recentemente caí na real em relação a maneira sobre a qual estava levando a minha vida. Há tempos sentia que algo não estava bem, mas eu não entendia direito o que era; apenas me incomodava demais ter que tolerar algumas atitudes e, como sempre fui muito pacífica nas discussões, me estranhava que agora eu me irritasse tanto por apenas ouvir palavras (realmente impróprias ou desagradáveis) nos meios que eu frequento. Palavras estas que nem eram dirigidas a mim, mas que iam diretamente contra aquilo que eu acredito, ou coisas que não precisaríamos ter que lidar.

Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A metáfora das Cisternas e Fontes

Por Isaias Costa

cisternas-1

Eu sou fã de carteirinha do mestre Rubem Alves e ler os seus livros tem me ajudado a ser um professor melhor e um ser humano melhor. A forma simples que ele conseguia transmitir grandes ensinamentos me encanta e faz perceber que a famosa frase do Leonardo da Vinci é a mais pura verdade: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”.

Li um texto no qual ele falava sobre as pessoas cisternas e as pessoas fontes. Confira!

******************

William Blake foi um poeta inglês a quem aconteciam aforismos. Disse «aconteciam» porque aforismos são como relâmpagos. Acontecem. Iluminam repentinamente o céu vindos não se sabe donde. Como os relâmpagos, com um poder para rachar rochas. Hoje um dos seus relâmpagos aconteceu: «As cisternas contêm; as fontes transbordam.»

«Cisternas» são buracos que se fazem na terra para guardar a água da chuva. São muito úteis em regiões áridas onde a chuva é rara e os rios não correm.

A água que a cisterna contém não brota dela. É um outro que a põe lá.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Tenha muito cuidado com pessoas “Miss- Simpatia”

Por Isaias Costa

20160321-miss-simpatia

Filme “Miss Simpatia”

Se você já leu algum texto escrito por mim, esta não é a primeira vez que falo sobre o “Caminho do meio”, que considero o caminho perfeito, tão ensinado pelos grandes mestres no mundo todo, em especial Buda Gautama que associou o caminho do meio com o afinar das cordas de um violão. Se você puxar demais as tarraxas as cordas arrebentam, porém, se deixá-las muito frouxas, o violão não tira som algum.

Uma dos comportamentos humanos que muitos pensam que não precisa desse equilíbrio é a SIMPATIA. É como diz o título desse texto: Tenha muito cuidado com pessoas “Miss- Simpatia”. Elas podem estar escondendo algo que você, por ingenuidade, não consegue enxergar.

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Pratique o silêncio para não propagar fofocas

Por Isaias Costa

Dadi-Janki-FRpic-crop

Dadi Janki

Uma senhora de grande sabedoria e que é pouco conhecida no ocidente é a querida Dadi Janki, uma paquistanesa que é líder espiritual e praticamente de Ioga, e viaja o mundo todo. Lendo algumas de suas palavras, fiquei refletindo sobre a importância de cultivarmos e praticarmos o silêncio sagrado, aquele silêncio que nos aproxima de Deus. Segue abaixo suas lindas palavras…

***************

“Evite usar seus olhos para ver o que não vale a pena ver. Deixe que comentários inúteis e negativos entrem por um ouvido e saiam pelo outro. Esses são os segredos para permanecer sempre leve. Portanto, cuide-se para não ficar pesado. Deus é tão leve! Fique leve e Deus ficará o tempo todo com você. A consciência de ser uma alma o levará para o silêncio e você se sentirá leve em um segundo. Seja cooperativo com todos e interaja com amor, mas cuide-se para não se envolver em grupos que se queixam e fofocam. Lembre-se: corvos pegam defeitos, cisnes pegam virtudes. Seja como um cisne. Pratique o silêncio. Seja sagrado…”

Dadi Janki

=> Clique aqui para ler o texto completo

 

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Medos

Por Simone Oliveira

prisão interior

Muitas ações que praticamos na nossa vida são baseadas no medo que sentimos. Porém, diversas vezes, quando não paramos para refletir no que estamos experimentando, ou por que estamos sofrendo, nós inconscientemente ignoramos as nossas emoções e postergamos a resolução de nossos problemas, deixando que o tempo resolva as situações.

Não vai resolver. Há questões que “só o tempo” não é capaz de curar. Por vezes é preciso parar para pensar no porquê nós fazemos o que fazemos e nas consequências de nossos atos. Pessoas que não param tendem a repetir frequentemente os mesmos erros e piorar suas vidas trazendo problemas que poderiam ter sido evitados se tão somente elas pedissem ajuda ou apenas refletissem sobre suas condutas perante aos que estão ao seu redor.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Os três tipos de doação

Por Isaias Costa

552604_397124710337132_1745815012_n

Doar nosso tempo é uma das maiores doações…

Nesse momento estou lendo um livro maravilhoso da monja budista Jetsunma Tenzin Palmo chamado “No coração da vida” e a cada página estou aprendendo mais coisas e mudando algumas perspectivas. Ele tem também me inspirado bastante a escrever. Farei uma breve reflexão sobre os três tipos de doação, que ela explica com bastante didatismo nesse livro. Abaixo está transcrito o trecho no qual ela fala sobre isso…

**************

“Na linguagem budista, existem três tipos de doação. Em primeiro lugar, a doação de presentes materiais. Em segundo lugar, a doação do Darma. Isso significa estar ao lado das pessoas ouvindo-as, tentando ajudá-las de alguma maneira, até mesmo clareando um pouco suas mentes, oferendo conselhos. E depois há também a doação do destemor, de ser um meio de proteção e ajudar os outros a descobrirem a sua própria coragem – esse é um presente que não tem preço.”

=> Clique aqui para ler o texto completo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized