Arquivo da tag: Osho

Tudo que rejeitamos apodera-se de nós. Tudo o que respeitamos deixa-nos livres

Por Isaias Costa

61710611_2286876191389160_999107107850551296_n

Essa frase do psicoterapeuta Bert Hellinger, apesar de curta, carrega uma série de teorias e reflexões psicológicas que abordarei nesse texto.

Essa rejeição que ele fala é vista na Psicologia e na Psicanálise como um mecanismo de defesa chamado negação. Aquilo que nego em mim é exatamente aquilo que precisa ser jogado luz para que não atravanque a minha vida.

Todos nós em maior ou menor grau negamos aspectos que precisam ser mudados, melhorados, curados, transcendidos. A tomada de consciência para esse processo nos torna cada vez mais livres. Eu vejo a liberdade como esse processo que Jung chamava de individuação, ou seja, eu me tornar cada vez mais um indivíduo (alguém que não se divide, que é uno).

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

A poesia é transmutação do sofrimento em beleza

Por Isaias Costa

imagem

Li um pequeno texto de autoria do grande poeta alemão Rainer Maria Rilke que me fez viajar pelo mundo da poesia e compreender um pouco melhor o porquê de ela tocar tão fundo o coração das pessoas sensíveis. Confesso que nunca li nada tão bonito e verdadeiro para falar sobre a construção de uma poesia. Acompanhe…

************

Para escrever um único verso, é preciso ter visto muitas cidades, homens e coisas. É preciso conhecer os animais, sentir como voam os pássaros e saber que movimento fazem as flores minúsculas quando se abrem pela manhã.

 É preciso repensar em caminhos em regiões desconhecidas, em encontros inesperados, em partidas que víamos aproximar-se desde há muito tempo, em dias de infância cujo mistério ainda está por esclarecer…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Os prejuízos do poder criativo não usado

Por Isaias Costa

criatividade

Um dos teóricos mais importantes do século XX e que tem uma obra vastíssima, com conteúdos transformadores é Carl Jung. Aprendo muito com sua sabedoria e faço questão de compartilhar muito do que aprendo com os leitores!

Estava lendo um trechinho do livro A Sombra e o Mal nos Contos de Fadas, de Marie-Louise von Franz, no qual ela aborda o poder criativo a partir das teorias junguianas. Segue abaixo suas palavras.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O apocalipse é o modus operandi da sociedade

Por Isaias Costa

Discussões Redes Sociais

Estamos muito próximos de mais uma votação para presidente da república e outros cargos públicos importantes. Na semana em que escrevo esse texto, parece que “o circo pegou fogo” nas redes sociais, e fica muito difícil não se envolver nas inúmeras discussões e comentários que surgem.

Procuro ser bastante seletivo e não saio dando curtidas ou descurtidas pra todo lado. Li um pequeno texto do querido amigo João Vale Neto, professor de Yoga do CEBB (Centro de Estudos Budistas Bodisatva), e fiquei refletindo sobre o caos em que estamos, que aparentemente aumentou, mas na realidade já está assim há muito mais tempo! Leia com bastante atenção.

**************

As mulheres já estão sendo mortas pelos seus companheiros, os povos tradicionais já estão sendo exterminados, expulsos ou colonizados, o povo LGBT continua sendo perseguido e assassinado, o povo pobre e negro continua sendo discriminado, criminalizado, sub-valorizado e assassinado.

O apocalipse não está vindo não.
Para muitas pessoas, o apocalipse é o modus operandi da sociedade.
O chocante agora é que o apocalipse ganha corpo e fala em alto e bom som.
Mas ele já vinha atuando em plena atividade e agora podemos vê-lo falar e ver o seu raciocínio.

Por isso, não é só sobre alguém enlouquecido mas é sobre o tempo que o construiu. Tempo que nos construiu.
E cá estamos.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Teoria ou prática? Com o que eu mais me identifico?  

Por Isaias Costa

Teoria ou prática

Na semana em que escrevo e publico esse texto atendi em consultório psicanalítico uma paciente que chegou triste, calada e cabisbaixa. Com apenas 22 anos, dizia estar sentindo muita angústia, ansiedade, insônia e tristeza.

Ao contrário do que muitos pensam sem analisar, ela não está depressiva, ela está confusa a respeito das suas escolhas e caminhos seguidos ao longo da vida.

A sessão foi muito proveitosa, pois expliquei pra ela que o sentimento de angústia cresce dentro da gente quando não temos muito forte dentro de nós qual é o nosso propósito.

Eu fiz questão de escrever esse texto a partir dessa vivência porque sei que muitos leitores vão se identificar com as ideias aqui transmitidas.

Como eu sou um apaixonado pela etimologia, ou seja, as raízes das palavras. Farei uma breve reflexão me baseando numa palavra linda e que poucas pessoas a conhecem em sua raiz. Trata-se da palavra TEORIA. Ela deriva de thea (uma vista) e horon (olhar).

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A metáfora do barco vazio

Por Isaias Costa

serenidade-1

Estamos vivendo, não apenas no Brasil, mas no mundo inteiro, tempos de uma INTOLERÂNCIA que beira o absurdo. Tem momentos que chego a duvidar que os seres humanos sejam de fato racionais e tenham esta como grande característica que diferencie dos outros animais.

Observo a forma harmoniosa que os animais vivem, sem os famosos três venenos que tão bem são trabalhados no Budismo: ganância, raiva e ignorância. E nessa hora, se eles pudessem entender a nossa fala, diria o seguinte: “Perdoem a nossa ganância, raiva e ignorância sem limites…”.

Essa é uma parte da chamada oração do arrependimento, que aprendi com a querida Monja Coen. Só ela, sendo colocada na prática da vida diária, já faria maravilhas por todos nós. Essa oração completa diz: Todo carma prejudicial alguma vez cometido por mim desde tempos imemoriáveis devido os três venenos: ganância, raiva e ignorância sem limites. Nascidos da minha boca, corpo e mente. De tudo eu me arrependo…”.

Quero com esse texto levar você a refletir junto comigo sobre a possibilidade de vencer principalmente o veneno terrível da RAIVA, a partir das lindas palavras do mestre Osho, extraídas do livro “O barco vazio”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Vivemos em uma cultura masoquista

Por Isaias Costa

Mariana-Borges

Eu me sinto imensamente atraído pelos ensinamentos orientais, principalmente os ligados ao Budismo. O cerne dos ensinamentos budistas está relacionado com o sofrimento e que através do famoso “caminho óctuplo”, proposto por Gautama Buda, podemos transcendê-lo e atingirmos a iluminação.

Infelizmente vivemos num país no qual as pessoas, em sua maioria, não dão muita bola para esses ensinamentos. Por isso intitulei esse texto dizendo que vivemos em uma cultura masoquista. É comum ouvirmos as pessoas dizerem frases como: “o sofrimento é necessário”, “o sofrimento nos faz acordar para a vida”, “vencer sem luta é triunfar sem glória” etc etc.

Isso está entranhado no inconsciente coletivo dos brasileiros de um jeito tal que, se alguém tem uma vida simples, feliz, equilibrada e sem conflitos, quase todos olham torto, como se essa pessoa fosse um alienígena. Percebe que maluco? O normal é ter uma vida sofrida, amarga, cheia de lutas e cheia de leões para matar diariamente…

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A genialidade está ligada ao encantamento

Por Isaias Costa

mural-eduardo-kobra-einstein-bicicleta-genial-eh-andar-de-bike-fb-h-Foto-Divulgacao

Em minha opinião, um dos grandes gênios do século XX que está cada vez mais imortalizando a sua obra é o místico oriental Osho, que sempre me inspira não só a escrever, mas a fazer a minha vida se tornar mais rica internamente, mais leve, pura e essencial.

Quero falar sobre o tema da genialidade a partir da sua visão, extraída do belíssimo livro “Inocência, conhecimento e encantamento”. Esse texto certamente fará você refletir sobre como tem olhado a sua vida e como tem decidido vivê-la! Vamos as suas palavras…

************

As últimas palavras de Einstein foram: “Estive pensando durante toda a minha vida que iria desmistificar o universo. Mas o que aconteceu foi justamente o contrário. Quanto mais eu penetrei na existência, mais o mistério se aprofundou. Estou morrendo repleto de assombro, estou morrendo assombrado”. Mas isso é raro; esta é a qualidade de um gênio. O gênio é aquele que não permite que a sociedade o transforme em um robô; essa é a minha definição de um gênio.  – Osho

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A situação em que você está é a situação ideal

Por Isaias Costa

aceitação

Talvez a primeira reação que você tenha ao ler um título como esse seja: “Como assim?”. É muito comum nós negarmos que estamos exatamente na situação que deveríamos estar, porque o nosso ego alarmado toma de conta.

Estou escrevendo esse texto nos últimos dias do ano de 2017, época bem propícia para refletirmos juntos sobre o que construímos a partir das nossas escolhas e a possibilidade de fazermos mudanças para melhor. Farei uma breve reflexão sobre isso, inspirado nas palavras do mestre Osho. Leia com bastante atenção!

***************

“Uma das lições mais difíceis que precisamos aprender durante nossa vida é a aceitação.

O que quer que estejamos vivendo, por mais doloroso que seja, será mais facilmente suportado se conseguirmos aceitá-lo com todo o nosso coração.

Mas, chegar a este estágio, não é algo que aconteça repentinamente, ou sem alguma resistência de nossa parte. Ao contrário, quando um acontecimento nos causa grande sofrimento, tendemos a rejeitá-lo com todas as forças e a sermos invadidos pelos sentimentos de inconformismo e revolta.

=> Clique aqui para ler o texto completo

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Confiança é bem diferente de fé

Por Isaias Costa

10-citações-que

É interessante perceber que a maioria das pessoas tem um imensa confusão com relação a fé e confiança. Pensam que é a mesma coisa, mas não são! São absurdamente diferentes, e nesse texto falarei um pouco sobre isso, inspirado nas lindas palavras do mestre Osho, extraídas do seu livro chamado “Confiança”.

**************

“A fé é apenas uma sobreposição. É como beijar uma pessoa que você não ama. Do lado de fora é tudo igual, você está fazendo o gesto de beijar. Nenhum cientista vai encontrar nenhuma diferença. Se você beijar uma pessoa, a cena, o fenômeno fisiológico, a transferência de milhões de germes de um lábio para o outro, é tudo exatamente igual se você ama ou não. Se um cientista observar e investigar, qual será a diferença? Nenhuma diferença, nem um pingo de diferença, o cientista vai dizer que ambos são beijos e idênticos. Mas você sabe que, quando você ama uma pessoa, então algo do invisível passa entre vocês que não pode ser detectado por nenhum instrumento. Quando você não ama uma pessoa, então você pode dar um beijo, mas nada passa entre vocês. Nenhuma comunicação de energia, nenhuma comunhão acontece.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized