Arquivo da tag: harmonia

O Que é Minimalismo?

Por Juan O’Keeffe

minimalismo

O tema do minimalismo é fascinante e nunca escrevi aqui no blog diretamente sobre ele. Compartilho então esse texto do meu amigo Juan O’Keeffe que exprime de forma simples e objetiva essa filosofia. Espero que gostem!

**************

A palavra minimalismo tem ganhado bastante popularidade recentemente. Muitos tem promovido o minimalismo como um estilo de vida que vale a pena ser seguido.

Eu particularmente achei fantástico esse conceito. Me pegou e já está fazendo parte do meu dia a dia faz um tempo.

Então achei que seria legal escrever sobre isso para deixar claro do que se trata e como podemos nos beneficiar.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Aprenda a plantar o que deseja colher

Por Isaias Costa

dar-amor

“Aquele que alcança um real conhecimento da lei da vida tem motivos sólidos para confiar no futuro, porque aprende a plantar o que deseja colher”.

Carlos Cardoso Aveline

*********

Nos últimos dias estava conversando sobre a vivência do momento presente com vários amigos, até porque escrevo esse texto no meio das minhas férias de julho. Não canso de repetir nos textos que aprender a viver bem o momento presente faz com que tudo que vivenciemos seja mais intenso e fique guardado na memória.

Se preocupar demais com o futuro é algo que não faz sentido, porém, a maioria das pessoas insiste nisso. Essa lei da vida que o Carlos Aveline nos diz é essa do plantar e colher. Nós sempre colhemos aquilo que plantamos, não adianta querer que seja diferente.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

7 dicas para conversar com quem pensa muito diferente de você

Por Isaias Costa

empatia

Nesses dias eu li um artigo muito bom cuja temática nunca esteve tão atual: “Como conversar com quem pensa muito diferente de você?”, que você pode ler na íntegra clicando [aqui].

Nesse artigo produzido pelo site “Papo de Homem” eles compartilham também um minidocumentário sobre esse tema, além de um e-book gratuito que o aprofunda, por isso recomendo fortemente que você o leia.

No final do artigo fiquei um bom tempo refletindo sobre as 7 habilidades e atitudes que podemos treinar para aperfeiçoar nosso lado Construtor de Pontes” e quero ampliar um pouco mais a reflexão com você!

1) Desenvolver mais equilíbrio emocional

O equilíbrio emocional eu diria que é o ponto mais importante, talvez por isso mesmo tenha sido colocado em 1º lugar. Mas precisamos entender que não se desenvolve nada sem praticar. Até já escrevi em outros textos que a palavra desenvolver significa DES+ENVOLVER, ou seja, é deixar de se envolver com algo para passar a se envolver com outra coisa. Existe sempre um ciclo de ascensão: envolver – desenvolver – envolver. Não é interessante? Por exemplo: eu desenvolvo mais empatia a partir de experiência na qual eu me envolva com pessoas que me testem nesse sentido. E dessa forma vou me envolvendo com cada vez mais sabedoria e amorosidade nas novas experiências.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma analogia entre a Física Básica e os relacionamentos

Por Isaias Costa

einstein-educacao-696x435

Eu sempre gostei das conhecidas piadas de nerd e fiquei refletindo psicologicamente a partir de uma das minhas favoritas e acabei tendo uma inspiração bacana para escrever esse texto que você lê agora.

A piada conta de um jovem triste que procura o físico Albert Einstein querendo um conselho sobre o seu namoro que estava por um fio.

Ele chega para o físico dizendo:

– Senhor Einstein, preciso de um conselho seu. A minha namorada me pediu um tempo e falou que precisava de mais espaço. O que eu faço?

– Acho que ela está querendo calcular a velocidade!

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Excesso de ordem ou de caos não nos faz bem

Por Isaias Costa

Butterfly_effect_Wallpaper__yvt2

Estava ouvindo o quadro Revista CBN com a Petria Chaves e fiquei muito reflexivo ao ouvir uma entrevista que ela fez ao Prof. Silvio Anaz, que é Doutor em Comunicação pela PUC-SP. [Link aqui].

O foco da entrevista era falar sobre ordem e caos não apenas na sociedade, mas como algo que faz parte da história da humanidade. Logo no início da entrevista o Silvio contou um pouco desse processo histórico e até comentou um pouco sobre a Mitologia Grega.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A felicidade e o copo d’água

Por Isaias Costa

glass-of-water

É impressionante o fato de existirem sabedorias transmitidas há milhares de anos e nós ainda não consigamos compreendê-las, por mais que já se tenha batido nas mesmas teclas vezes sem conta.

Essa semana eu li um pequeno artigo de autoria do designer de ideias Rafael Arraes que falava sobre a FELICIDADE inspirado na sabedoria do filósofo da antiguidade EPICURO, que viveu entre 341 – 270 a.C. Depois de 2300 anos continuamos sem entender suas ideias tão simples e ao mesmo tempo profundas!

Compartilho abaixo um pequeno trecho desse artigo. Leia com bastante atenção!

***********

Seguindo a essência dos ensinamentos de Epicuro, podemos imaginar nossa felicidade como um copo onde é necessário haver alguma água, talvez até pouco menos da metade, para que tenhamos alguma felicidade. Esta água corresponde a termos moradia, alimentação adequada, e algumas roupas para o convívio social básico. Dali em diante, podemos aumentar nossa felicidade na medida em que enchemos o copo com alguns luxos a mais, como uma alimentação mais elaborada, uma casa mais espaçosa e bem decorada etc. O que Epicuro nos afirma, no entanto, é que de nada adianta continuarmos enchendo o copo: a água vai simplesmente transbordar, e a nossa felicidade continuará inalterada.

=> Clique aqui para ler o texto completo

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Entenda melhor o que é a modéstia

Por Isaias Costa

Humildade

No momento em que escrevo esse texto, estou lendo um livro maravilhoso intitulado “A morte é um dia que vale a pena viver”, da doutora Ana Claudia Quintana Arantes, um livro que recomendo a todos a leitura, pois nos traz importantes reflexões sobre o sentido da vida e como podemos viver com mais presença.

Um determinado trecho me fez refletir bastante sobre como temos dificuldade em acolher elogios ou críticas, e temos mais dificuldade ainda em reconhecer com precisão aquilo no qual somos bons ou não somos bons.

Inclusive, antes de compartilhar suas palavras quero fazer um parêntese sobre a palavra MODÉSTIA. Você sabia que quase ninguém entende essa palavra? Eu mesmo também não entendia tempos atrás. Aprendi com mais clareza ouvindo as palestras do terapeuta Luiz Gasparetto. Enfim, ser modesto é saber reconhecer com clareza, sem complexos de superioridade ou inferioridade, o que se tem de bom e positivo em si mesmo. Um exemplo pessoal. Eu sou bom com conteúdos de Matemática do ensino médio. Sou modesto quando digo a um aluno: “Maravilha! Posso ensinar esse problema de geometria plana. É assim, tal tal e tal…”.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

A simplicidade leva à plenitude

Por Isaias Costa

7883257_orig

Nós vivemos numa sociedade que, infelizmente, ainda é extremamente materialista e imediatista. Uma grande parcela da população trabalha de forma exagerada, quase sempre pra conseguir o dinheiro suficiente para manter um padrão de vida que não prioriza o essencial na vida e no qual não se valoriza tanto as pequenas coisas.

No momento em que escrevo esse texto estou lendo dois livros magníficos, que podem contribuir de forma significativa com mudanças no nosso comportamento e nas escolhas. São os livros “A morte é um dia que vale a pena viver”, da Dra. Ana Claudia Quintana Arantes, e “Simplicidade voluntária”, do escritor e palestrante Duane Elgin.

Desde garoto eu sempre tive uma tendência a buscar a simplicidade na vida, e agora com a leitura desses dois livros, isso só se ratificou, e venho trazer reflexões que considero de suma importância para todos nós a respeito da verdadeira simplicidade.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O poder da mente nos nossos processos de cura

Por Isaias Costa

yoga-sutra-tt-width-660-height-300-bgcolor-FFFFFF

A nossa mente tem um poder incrível, tanto para auxiliar no nosso bem estar, paz, plenitude, prosperidade, como também para nos afastar da nossa essência, contribuindo com diversos processos de adoecimento. Constantemente escrevo textos falando sobre o quanto a nossa saúde do corpo está diretamente relacionada com o nosso equilíbrio emocional, psíquico e espiritual.

Recentemente assisti a uma palestra bem interessante do grande escritor e orador espírita José Carlos de Lucca que me fez ficar um bom tempo refletindo sobre o poder imenso que a nossa mente tem.

Nessa palestra, ele disse que em determinado momento da sua vida, já trabalhando como palestrante e com alguns livros publicados, ele fez uma viagem de carro com um amigo e no meio do caminho eles se acidentaram. O carro ficou bem amassado, no entanto os dois continuaram bem. Aparentemente parecia que não tinha ocorrido nada com eles. Nem com partes do corpo sangrando eles ficaram. O de Lucca, como tinha um compromisso com uma palestra que estava confirmada, percorreu o restante do caminho que faltava de táxi.

=> Clique aqui para ler o texto completo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O que fazer com um acusador?

Por Simone Oliveira

“Se algum de vocês estiver sem pecado, seja o primeiro a atirar pedra nela”.

Inclinou-se novamente e continuou escrevendo no chão. João 8:7.   

A reação de cada um é diferente quando se depara com algo que está fazendo de errado. Muitos se culpam e se autoflagelam a fim de se livrarem do opróbrio da dor, ou então assumem penitências como se as merecessem por terem falhado com elas mesmas ou com alguém muito próximo a quem não deveriam ter decepcionado.

chuva de pedra

Nada disso é saudável. Considerando que o arrependimento é uma defesa da mente, uma amostra real do fato de que somos racionais e, portanto, constantemente inundados pela razão apontada pela consciência, em detrimento das ações por impulso ou então sabendo que eram erradas, as praticamos mesmo assim, sentir a culpa no primeiro momento é natural; porém, se não soubermos lidar com ela podemos cair em duas ciladas:

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized