Ser flexível

Por Isaias Costa

Recentemente escrevi um texto falando sobre uma das maiores carências deste nosso mundo atualmente, que se chama COMPAIXÃO. As pessoas estão ficando cada vez mais AUTOSUFICIENTES, EGOCÊNTRICAS E SOLITÁRIAS. E claro que a junção de tudo isso só resulta em uma coisa, INFELICIDADE. Se você ainda não leu segue o link, vale a pena conferir…

O mundo está carente de compaixão

Eu tenho me inspirado muito em um grande homem conhecido por Dalai Lama, um homem extremamente sábio e que transmite as suas ideias e perspectivas do mundo de forma tão simples que qualquer pessoa pode compreender sem dificuldade. Hoje foi fazer uma breve reflexão sobre a FLEXIBILIDADE. Um grande ingrediente para uma vida feliz e equilibrada.

dalai-lama

Uma vez o Dalai Lama disse isso aqui: “Às vezes sou tão flexível que sou acusado de não ter coerência política. Alguém pode vir a mim e apresentar uma ideia. E eu vejo a razão para aquilo que a pessoa diz e concordo com ela, comentando que é ótimo… Mas então aparece outra pessoa com um ponto de vista contrário, eu também vejo a razão para o que está dizendo e concordo também com ela. Às vezes sou criticado por isso e preciso me relembrar que estamos comprometidos com tal e tal conduta e que por enquanto devemos nos ater a esse lado”.

Eu fiquei absolutamente encantado com tais palavras. São simples, mas de uma profundidade quase inimaginável. Vou explicar um pouco do que ele quer dizer com essas palavras. A primeira coisa e a mais simples de entender é a chamada LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Ele entende como ninguém que todo ser humano tem o direito de pensar como quiser, de ser o que quiser e de fazer o que quiser, e ele RESPEITA essa decisão, que é algo individual. Por isso ele escuta diferentes pontos de vista e não se opõe a eles, porque sabe que por mais absurdo que possa ser o pensamento de alguém, esse pensamento faz parte das crenças, ideais e valores desta pessoa, portanto, deve ser respeitado. Isso é algo tão simples, mas posso garantir que milhões e milhões de pessoas têm uma enorme dificuldade de compreender.

Outro ponto fundamental é a HUMILDADE. Esse ponto é importantíssimo, principalmente para as pessoas mais religiosas. Existem milhões de pessoas com aquele pensamento medíocre de que sabe mais do que as outras, ou de que a sua religião é a única que salva e que leva a Deus. Cada vez mais eu estou me distanciando desses indivíduos, porque eles insistem em fechar os olhos para a realidade da vida e do universo, eu já falei neste blog que a religião é um caminho para encontrar Deus e se harmonizar, e não é religião A que leva para Deus e B que não leva. Isso é pensamento de criancinha saindo do berço. O que nos leva para Deus não é a religião em si, o que nos leva para Deus é a nossa CONSCIÊNCIA, que faz a ponte entre o nosso coração e o seu. O Dalai Lama foi um dos homens que mais me ensinou o verdadeiro respeito a todas as religiões e estou aprendendo a cultivar a verdadeira FELICIDADE, que decorre deste pensamento mais abrangente e flexível.

Agora vou falar o ponto que considero mais importante. Você sabe quantas pessoas odeiam o Dalai Lama? Pouquíssimas pessoas, e as que o odeiam com certeza são aqueles indivíduos invejosos de sua FELICIDADE, HARMONIA, PAZ DE ESPÍRITO, COMPANHEIRISMO, COMPAIXÃO, BENEVOLÊNIA, etc. Por que você não se pergunta: Por que o Dalai Lama é tão querido? Para responder a essa pergunta nos mínimos detalhes teria que escrever um livro sobre ele. Mas vou falar um dos principais motivos. A FLEXIBILIDADE. Ele não é uma pessoa engessada nos seus pensamentos e ideais. Ele escuta todos os que se aproximam dele com muita atenção e com muita benevolência. Isso faz dele uma pessoa raríssima neste mundo. O seu EGO é controlado de uma forma quase sobrenatural, ele é uma das pessoas com mais autocontrole de que já tive conhecimento. Muitas pessoas chegam até ele com o objetivo de fazê-lo se contrapor aos seus ideais, mas até mesmo esses indivíduos maquiavélicos ele recebi com um enorme sorriso no rosto. Ele expressa a COMPAIXÃO como ninguém. E isso faz dele uma pessoa querida. Quero concluir com essa ideia, seja flexível no seu pensar. Dessa forma você será alguém muito mais agradável, um número muito maior de pessoas vai se aproximar de você e principalmente, você irá experimentar uma alegria e satisfação que dinheiro nenhum no mundo pode ser capaz de pagar. Se você quiser entender um pouco melhor isso leia o post sobre O RISCO DE QUERER AGRADAR A TODOS. Nele falo algumas ideias interessantes. Segui o link…

O risco de querer agradar a todos

Enfim. Vamos aprender com esse homem tão sábio, o grande Dalai Lama…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Ser flexível

  1. Janaína Azevedo

    Gostei do texto, também acredito que a flexibilidade é o segredo para uma vida em harmonia com todos os seres, não temos que optar por nenhum dos lados, todos lados são igualmente importante e complementares essa é a chave para uma vida simples .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s