Desilusão: uma palavra que devemos amar

Por Isaias Costa

13Recentemente mudei completamente a minha perspectiva em relação a uma palavra que em pelo menos 95% das pessoas gera um enorme sofrimento: DESILUSÃO.

O que é a desilusão? É quando colocamos expectativa sobre algo ou alguém e nos frustramos, pois a realidade se mostra para nós bem diferente do que pensávamos…

Todos nós, absolutamente todos nós, nos desiludimos. Estou aqui para dizer a você que essa palavra é maravilhosa e absolutamente libertadora quando encarada sob a perspectiva do nosso autoconhecimento. Vou explicar.

Desilusão vem de “perder a ilusão”, ou seja, você está aos poucos se aproximando da verdade, mas não qualquer verdade, é a sua verdade, pois ela é individual.

Aprendi isso com as palavras da monja Coen em uma de suas palestras. Ela dizia que em vez de ficarmos tristes e abatidos com uma desilusão, deveriamos dizer: “Uhhuuuu! Me desiludi! Que bom! Agora eu estou um passinho mais perto da verdade…”.

A verdade é uma das maiores buscas de cada um de nós, pois ela se vincula a nossa essência, ao quem somos e qual o nosso papel neste mundo.

É impossível falar sobre a verdade de uma maneira não filosófica, pois é algo do mundo interior, da individualidade humana. A verdade de um não é a mesma do outro, assim como a mentira ou não verdade de um pode não ser a de outro.

Quero citar algumas desilusões que tive e me ajudaram demais a estar onde estou hoje.

O curso de Física! Nossa! Já repeti muitas vezes por aqui. Meu destino não era ser um pesquisador em Física. Descobri isso a partir de muito sofrimento e horas de sono perdidas! No começo foi duro viver essa desilusão, mas hoje respiro aliviado, pois ela me ajudou na busca pelo autoconhecimento e foi crucial para despertar o lado escritor que estava adormecido em mim.

Se quiser ler mais sobre essa mudança fundamental no meu processo de autoconhecimento, compartilho abaixo meu e-book gratuito, no qual explico em detalhes todas as minhas mudanças até começar a escrever neste blog.

E-book descobrindo um novo sentido no viver

Não poderia esquecer o amor, não é? Tive várias desilusões amorosas e que foram fundamentais para estar em um relacionamento equilibrado hoje. Vou citar apenas um exemplo! Sempre fui muito simples e desapegado das coisas materiais e me apaixonei por uma garota linda, porém, extremamente vaidosa. Depois que a conheci, saímos e nos conhecemos um pouco melhor, percebi o abismo entre mim e ela e decidi “cair fora”. Meu relacionamento com ela seria certamente desastroso, pois não suportaríamos essa diferença que considero bem importante.

Essa desilusão amorosa me aproximou ainda mais da minha essência, que é simples e desprendida.

Outra desilusão que me aproximou da verdade foi no campo religioso. Já fui um cara religioso, porém, era extremamente infeliz e demorei muito tempo para perceber qual era o real motivo. Hoje sei que o motivo é a minha própria natureza humana, que é mais holística. Sou apaixonado por todas as religiões e minha essência busca a total liberdade, não preciso estar fixo em nenhuma, e hoje me considero bem mais espiritualizado que na época que frequentava uma igreja.

Outras desilusões estão no campo da música! Já tentei tocar diversos intrumentos musicais e nunca consegui aprender nenhum decentemente. Essa desilusão me abriu os lhos para nunca buscar nada profissinal nesta área, pois seria frustração certa…

O autoconhecimento e os fracassos

Poderia citar outras diversas desilusões que me levaram a ser o humano que sou hoje! Percebe? Quando paramos para refletir sobre isso, rapidamente percebemos o quanto é real.

Portanto! De hoje em diante, em vez de ficar triste, esmorecer, se desesperar! Dê um grito de alegria: “Me desiludi! Ieeehheee!”

Desta forma a vida se torna bem mais leve! Não tenha dúvidas disso!

Se quiser deixar esse papo mais interessante, pode usar o espaço dos comentários para falar sobre alguma experiência sua de desilusão que ajudou no seu processo de autoconhecimento. Sua experiência pessoal pode acrescentar em muito na vida de alguém que venha a ler. Fique à vontade para se manifestar…

Uma grande viva à desilusão! Essa palavra tão linda…

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “Desilusão: uma palavra que devemos amar

  1. Kahue

    Estava procurando um texto reconfortante e encontrei aqui. Passo há cerca de um ano por desilusões e queria entender um pouco mais desse sentimento Obrigado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s