Por que você trabalha 8 horas por dia?

Por Isaias Costa

Henry Ford- Um rapaz muito esperto...

Henry Ford- Um rapaz muito esperto…

Você já se perguntou por que trabalha 8 horas por dia? A resposta para essa pergunta é surpreendente e quero desde já dizer que não vai agradar a todos, principalmente quem trabalha com publicidade ou vendas através de técnicas de persuasão.

Compartilho abaixo uma explicação feita pelo escritor Mikael Cho sobre a jornada de 40 horas de trabalho e 5 dias na semana.

Durante a Revolução Industrial, as fábricas precisavam funcionar dia e noite, de forma que os empregados desta época frequentemente trabalhavam entre 10 a 16 horas por dia.
De qualquer forma, nos anos 1920, foi Henry Ford, fundador da Ford Motor Company, que estabeleceu a semana de 5 dias e 40 horas.

Surpreendentemente, Ford não o fez por razões científicas (ou apenas pela saúde de seus empregados). Pelo contrário, uma das principais razões pelas quais ele teve a ideia de reduzir a quantidade de horas de trabalho da sua equipe foi para que os empregados tivessem tempo livre suficiente para sair e perceberem que eles precisavam comprar coisas.

Em uma entrevista publicada na revista World’s Work, Ford explica porque ele tirou seus trabalhadores de uma semana de 6 dias e 48 horas de trabalho, para uma de 5 dias e 40 horas, ainda pagando o mesmo salário:

O lazer é um ingrediente indispensável em um mercado consumidor crescente, pois pessoas que trabalham precisam de tempo livre suficiente para encontrar usos, para consumir produtos, incluindo automóveis. — Henry Ford

Então, as oito horas de trabalho por dia, 5 dias por semana, não foram escolhidas como modo de trabalho por razões científicas; ao invés disso, foram parcialmente motivadas pelo objetivo de aumentar o consumo.

Aí está a explicação! A jornada de trabalho foi reduzida para 40 horas semanais para incentivar as compras. O mundo estava em um processo explosivo de desenvolvimento e o desejo do Ford era fazer o mundo ser cada mais consumista (E ele vendesse mais carros, obviamente!…)

Esta ideia do consumismo é muito ampla e multifacetada. Se fosse apresentar isso de uma forma criteriosa e tratando de todos os pontos importantes seria necessário escrever um livro a respeito. Existe uma Psicologia por trás de tudo isso chamada “Psicologia do consumo”, que leva a maior parte das pessoas a consumirem o que não podem, para se endividarem e ostentarem um padrão de vida que não condiz com a realidade financeira própria. Para falar sobre isso de uma forma bem elegante e rápida vou deixar o vídeo do meu amigo Seiiti Arata. Recomendo fortemente que você o assista! Este vídeo traz informações preciosas e que se forem assimiladas podem lhe fazer deslanchar na sua carreira profissional e melhorar a sua renda, até conquistar o enriquecimento financeiro. Confira…

Agora vou falar sobre o que eu procuro fazer para não ser um consumista e para trabalhar sem me importar com esse regime de 40 horas semanais. A primeira coisa é simples e direta: Eu não assisto TV! Para que eu vou perder o meu tempo tão precioso com uma programação medíocre e assistindo uma porção de comerciais que só tem por objetivo persuadir as pessoas a comprar o que muitas vezes é desnecessário? Também tenho que dizer outra coisa! A maior parte dos comerciais seguem padrões extremamente definidos, padrões estes que, se você compreender bem, jamais irá se iludir e comprar por impulso. Quero compartilhar um texto que escrevi com muito carinho e que fala sobre “A propaganda é a arma do negócio”, um dos ditados mais conhecidos dos seres humanos…

A propaganda é a arma do negócio

Eu não me importo com esse regime de 40 horas semanais. Eu me importo de fazer o meu trabalho bem feito, seja ele qual for. Eu procuro dar o melhor de mim em tudo que me proponho, inclusive nesse blog! Eu leio muito e procuro estar sempre antenado, para que você tenha a oportunidade de aprender coisas novas de uma forma simples e direta. Eu não estabeleço horas de trabalho, se estiver em um dia de muita inspiração, consigo trabalhar bastante e dormir bem pouco, e também tem dias que estou “no mundo da lua” e não consigo produzir muito, mas o que quero dizer mesmo é que a grande diferença e o que faz com que eu obtenha sucesso nas minhas realizações são o amor e a dedicação ao que faço. Eu faço o melhor que posso e quero lhe sugerir a fazer o mesmo! Dê o melhor de si nas suas realizações e o seu sucesso será garantido. Também escrevi um texto falando um pouco sobre isso e citando ninguém menos que o Bill Gates. O link está logo abaixo.

O sucesso não cai do céu

Quero concluir com o que considero mais relevante e que está por trás de tudo que foi dito até agora, o nosso planeta! A Terra está agonizando e mais do que nunca precisamos tomar consciência de que ela não vai durar para sempre se os hábitos das pessoas continuarem como estão. É preciso ser desenvolvido pelas pessoas o senso de sustentabilidade! Que também é outro conceito extremamente abrangente e tem relação com o cultivo da natureza, a utilização dos bens de consumo, a reutilização dos bens da natureza e por aí vai. Para quem quiser entender mais sobre isso tem muita informação boa na internet, e uma das grandes referências é o Teólogo Leonardo Boff, ele trata muito bem a questão da sustentabilidade em seus escritos.

Já falei uma vez que o fim do mundo é algo real e que o consumismo é o grande vilão, ou seja, o consumismo pode destruir o planeta Terra literalmente. Deixo abaixo um link antigo em que falei sobre isso e nele está contido um dos vídeos mais conscientizadores que assisti em toda a minha vida, chamado “A história das coisas”, um vídeo que vale muito a pena assistir ou reassistir…

O fim do mundo está no consumismo

Portanto! A partir de hoje se alguém lhe perguntar por que trabalhamos 8 horas por dia você já sabe a resposta! Espero que tenha gostado…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

5 Respostas para “Por que você trabalha 8 horas por dia?

  1. Sarah Mariana

    Parabéns pelo blog, muito bom seus textos, grandes coisas aprendo aqui haha Continue assim!

  2. Pablo Silva

    Trabalhar 40 horas semanais é pertencer a um novo regime de escravidão, a pessoa só vive para trabalhar, não tem tempo para lazer, qualificação profissional e nem cuidar da própria saúde. Devemos enxergar o trabalho apenas como uma fonte de renda e nada mais que isso. Empresas de grande prestígio, como a Google e Microsoft, adotam jornada de 20 a 30 horas semanais, visando a saúde, qualificação profissional, calor familiar e lazer do funcionário, ou seja elas sabem que o funcionário tem uma vida pessoal fora da empresa. Portanto sou a favor da jornada de trabalho de 20 a 30 horas semanais no máximo, que além de melhorar a qualidade de vida do funcionário, geraria mais empregos.

    • Com certeza Pablo! Você tem toda razão. É mais ou menos esse o meu tempo de trabalho semanal e isso faz toda diferença para que tenha mais qualidade de vida. E logicamente, isso é fundamental para meu processo criativo, para estar constantemente escrevendo novos textos, é preciso muito tempo de leitura e maturação de ideias, se não tivesse tempo livre, provavelmente não escreveria ou escrevia muito menos do que faço hoje.
      Meu desejo é que mais e mais pessoas busquem essa consciência do trabalho para ter uma vida confortável, mas sem busca por status. Isso é o que leva muita gente para a famosa “corrida dos ratos”.
      Muito obrigado pela sua contribuição meu amigo! Grande abraço!

  3. Excelente texto! Já esta mais do que na hora de revermos este conceito e atualizarmos para os dias de hoje!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s