Lamentações de uma vida

Por Isaias Costa

Eu li um texto muito interessante que me inspirou a escrever sobre um tema universal, as LAMENTAÇÕES. Todo mundo já se lamentou de alguma coisa na vida, se lamenta e ainda há de se lamentar. Faz parte na natureza humana e não existe um ser nessa vida que nunca tenha se lamentado. Eis o texto…

“Se eu pudesse viver novamente a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser perfeito. Relaxaria mais. Seria mais tolo ainda do que tenho sido. Na verdade, bem poucas coisas levaria a sério. Seria até menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. Iria para lugares onde nunca fui, tomaria mais sorvete e menos sopa. Teria mais problemas reais e menos problemas imaginários.

Eu fui uma desta pessoas que viveu sensata e produtivamente cada minuto de minha vida. Eu era uma destas pessoas que nunca ia a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas. Se voltasse a viver, viajaria mais leve. Se eu pudesse voltar a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono. Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças, se tivesse outra vez uma vida pela frente. Mas, já viram, tenho 85 anos e sei que estou morrendo…”

Jorge Luis Borges

Não permita que a sua vida vá embora junto com esse trem! Pare de se lamentar!

Não permita que a sua vida vá embora junto com esse trem! Pare de se lamentar!

O que eu acho muito interessante nesse texto é que o autor se mostra como uma pessoa que foi “certinha” demais na vida. Tem um texto interessante que eu escrevi falando sobre pessoas “certinhas” demais, no quanto elas são chatas, confira…

A mediocridade das pessoas

Um dos grandes problemas da humanidade é achar que se deve levar a vida muito a sério. É importante levar a vida a sério, ter responsabilidades e metas. Porém, isso tem relação direta com fazer as coisas como todo mundo faz, para nunca sair das normas ou para ter a certeza de que as coisas não vão dar errado. Eu já falei várias vezes neste blog sobre a importância dos fracassos, eles aparecem na nossa vida como uma oportunidade de seguir adiante. Uma vida sem fracassos é um tédio, e qual é o resultado de muito tédio na vida? As lamentações. Pode parar para analisar! Quem são as pessoas que mais reclamam da vida? Que mais se lamentam? São aquelas que passaram a vida inteira sendo “certinhas”, seguindo as normas em tudo, aquelas pessoas que foram adestradas e domesticadas pela própria sociedade, que impõe as leis goela abaixo das pessoas, e quase todos ficam como “calanguinhos”, simplesmente aceitando tudo, sem se questionar em nada.

A verdade absoluta e a verdade individual

Eu erro: logo existo

Sabe uma das grandes coisas que eu aprendi na vida? Inclusive eu levei muito tempo pra entender isso. Sobre o pensamento. Pensar… O ato de pensar é muito importante, mas pensar demais pode ser algo ruim, porque lhe leva a PERDER OPORTUNIDADES na vida. Isso é uma característica principalmente das pessoas tímidas. Elas ficam com aqueles pensamentos “será!”, “e se”, “eu devo ou não devo!”, “isto é certo ou não?”, “o quê que os outros vão pensar de mim!”, etc. Elas ficam com todas essas “minhocas” na cabeça e no final das contas acabam não fazendo absolutamente nada. Eu já fui uma dessas pessoas e não me envergonho de dizer. Eu aprendi que estava perdendo muita coisa na vida e resolvi mudar. Eu escrevi um post falando sobre a timidez, e nele contei um pouco da minha experiência, confira…

Trabalhando a timidez

Portanto amigos. Vamos refletir sobre a nossa vida e vivê-la intensamente, sem querer ser “certinho” demais, correndo atrás dos sonhos, pegando os fracassos como alavancas para o crescimento pessoal, retirando as “minhocas” da cabeça e passando a viver mais o momento, o agora. Garanto que fazendo tudo isso as lamentações vão se esvaindo pouco a pouco, e você terá uma vida de se orgulhar, uma vida cheia de histórias bonitas para contar aos netos. É isso que eu quero! E você? Também quer o mesmo para a sua? Uma vida da qual se orgulhar? Então corra atrás! Lute! Viva!…

* Para ouvir a leitura desse texto basta clicar [aqui]

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s